We’ve updated our Terms of Use to reflect our new entity name and address. You can review the changes here.
We’ve updated our Terms of Use. You can review the changes here.

Sereias

by Sereias

/
  • Digital Album
    Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €7 EUR  or more

    You own this

     

  • Record/Vinyl + Digital Album

    Includes unlimited streaming of Sereias via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 5 days
    Purchasable with gift card

      €15 EUR or more 

    You own this  

     

1.
Imagem 04:21
2.
Dinheiro 05:16
3.
Depressão 06:01
4.
Não Consigo 05:20
5.
A Coisa 07:22
6.
Las Cadenas 06:50
7.
Bailarino 08:55

about

UM IMPULSO VITAL E URGENTE

“Recomecemos tudo de novo” grita A. Pedro Ribeiro a descerrar o novo álbum dos Sereias, abrindo espaço para o deambular de uma guitarra abrasiva sobre um ritmo persistente e incursões de teclados com reminiscências jazz-rock à anos 70. É este o mote para o novo álbum, um recomeço onde encontramos o free rock dos Sereias em todo o seu esplendor, uma mistura de post-rock e kraut em progressão contínua, tenso, obsessivo, massacrante, em jogos de texturas e piscar de olhos ao free-jazz e à música contemporânea e mesmo a algum tribalismo. Deste caldeirão sónico sai a voz psicótica de A. Pedro Ribeiro, ora gritada ora murmurada ora declamada, ora colérica ora depressiva, e a sua poesia bruta, de poeta de café em invectivas contra o mundo ou em lamentações existenciais. Mas contrariamente a “O País A Arder”, o disco de estreia, há aqui menos palavras de ordem sonantes, tipo “quero um primeiro-ministro para comer ao pequeno-almoço” ou “as putas da tv”, e um maior desespero face ao mundo, com as ambiências musicais a ganharem um protagonismo e um espaço inesperado, como em “Las Cadenas” – onde as vozes electronicamente traficadas desenham estritas narrativas sonoras –, e as ladainhas recitadas a serem repetidas uma e outra vez, a sublinhar a sensação de perda e o tom melancólico e angustiado que percorre todo o disco. “Ela vem, volta sempre, a depressão”, como rediz à exaustão A. Pedro Ribeiro, abandonando-se ao fado da inadaptação social e da carência afectiva que o faz cair “no fundo do copo, no fundo do abismo” por entre farrapos de melodia. E de nada valem as visões apocalípticas nem os avisos de que “a coisa vai estoirar” apoiados num crescendo rítmico de tramas explosivas, pois o destino está traçado: “voltar, voltar sempre”. E que bom que é este regresso! Numa altura em que a música portuguesa navega maioritariamente por um nacional-cançonetismo modernizado disfarçado de pop é uma bênção ouvir estes Sereias e a sua quimera disruptiva sob a forma de música, onde a criação é um impulso vital e urgente. Bem hajam!

Adolfo Luxúria Canibal

credits

released April 18, 2022

voz – António Pedro Ribeiro
voz – Arianna Casellas
bateria – João Pires
baixo – Tommy Hughes
guitarra – Sérgio Rocha
teclados - Nils Meisel
sopros – Ra-Yacov
textos – A. Pedro Ribeiro música – sereias

gravado em Agosto 2019 – Março 2020 por Nils Meisel
na sala 304 do STOP
exceto tema 3 “A depressão” gravado na Associação Luz & Vida
produzido por João Pires, Sérgio Rocha e Tommy Hughes misturado por Nils Meisel

masterizado por Chris Hardman na CH Sound,
capa “Ódio e Amor” por João Alves
design gráfico por Sérgio Couto
Sereias agradecem a: Associação Luz & Vida Vítor Reis Cardoso Joaquim Durães e José Roberto Gomes

license

all rights reserved

tags

about

Lovers & Lollypops Porto, Portugal

contact / help

Contact Lovers & Lollypops

Streaming and
Download help

Shipping and returns

Redeem code

Report this album or account